sábado, 23 de outubro de 2010

WILMAR SILVA: "solidão é perder a memória do corpo"...

Wilmar Silva sob fotografia de Sebastián Moreno, artista argentino...


arranjo de tico-tico e orquídeas, dia 9

vivo por ti - amarga espera da solidão,
guardo no cântaro da palavra, o verbo
de ação que entorpece tico-tico, eu
sim, te violo e te tálamo, zoológico-me
farfalho tórrido, eu amarelo e outono
atiradeira - dardos de flor sol violeta
misturo entre cor e colibri nos cabelos
reconstruo em ti, irrupção e - posseiro
o meu corpo nu é meu substântivo
concreto, orquídea, pepita, eu-meeiro

Wilmar Silva


arranjo de pássaro-preto e lírios, dia 11

aqui, após o incidente da chuva - ermo
cores de fogo e lodo, feérico eu, pássaro/
preto imito a dança do vento e algas
enleadas nos cabelos, almíscar eu gambá
: jogo de cintura no meandro agreste
vôo,re vôo não apenas de âmbar e asas
eu, pretopássaro, bico limão/e/limão
preparo semântica de verbo lírico, eu
pássaro-preto coloro íris de lírios/
eu, pássaro incendeio água no corpo

Wilmar Silva


--------------------
Desde que fiz neste blog uma sinótica apreciação do WILMAR SILVA, vida e obra, multiplicaram-se as reações dos leitores. Sobretudo aquela “Intervista”, originalíssima nas suas desconcertantes respostas, deu o que falar... Tive também notícias de que, depois das matérias, em uma escola do Nordeste crianças/adolescentes se encantaram com ele, pesquisaram seus vídeos no Youtube e ficaram fascinados com as novas possibilidades da língua. Os comentários postados sobre o poeta em meu blog são muitos, até hoje, com as mais interessantes opiniões... Falaram até da “nudez” do cara, pasmem! Então, perdoem-me por esta foto! Não se escandalizem os mais pudicos! Ou, antes, se escandalizem! Ele é artista e artistas não têm confins! Eu gosto desta foto e digo-lhes que mais do que o poeta retratado, aí se expressa a grandeza do fotógrafo SEBASTIÁN MORENO. Não sei se consigo me expressar, mas esta foto parece tornar dispensável a imagem (!), o que é absurdo. Nela o belo grita, por determinada afirmação da negação, ou negação do que intenta (?) afirmar. Tudo com tanta fineza, bom gosto... Vocês entendem o que eu digo? Esta “coisa” foi um achado, encantou-me desde que vi pela primeira vez... Ou não vi, sei lá!...

Os poemas postados do Wilmar Silva, inclusive o subtítulo "solidão é perder a memória do corpo", são do livro YGUARANI, publicado em Portugal pela Cosmorama Edições, em 2009.

A fotografia e os versos são delicada cortesia do WILMAR SILVA, a quem de coração agradecemos.

Esta postagem é para aquelas pessoas que pediram mais Wilmar Silva em meu blog, especialmente sua poesia...

Por último, não menos importante, procurem conhecer as publicações da ANOME LIVROS. Do que é bom eu sempre falo...

35 comentários:

  1. Não tem como deixar apenas um comentário. Pode até parecer muito insignificante, mas eu expressaria minha emoção com apenas uma palavra: fascinante... Apesar das emoções ser multiplas, mas somente essa palavra que me vêm a mente por agora. Parabéns frei pelo grande gosto refinado...
    Meu abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá meu caro antonio, concordo contigo em ambos os textos publicados aqui.Conheço wilmar silva e já tive o privilégio de ser dirigido por ele.é um poeta que vive o que escreve,provoca em que o escuta uma sinetesia sem precedentes.è sem dúvida um POETA.viva wilmar silva.
    abrços
    ousadia e alegria sempre
    paulo fernades

    ResponderExcluir
  3. Jaécia Bezerra de Brito23 de outubro de 2010 22:41

    desconstruo des e conssstruo em fios filhos des herdados herdando e des construindo a vida pela língua. muitos agradecidos agradecem engrandecem a língua que grande estira ainda mais na boca de mar que wil muitos silvas loucos pra falar os falares de pequenos des estruturados na língua.

    ResponderExcluir
  4. Wilmar Silva ainda é pouco conhecido, se o compararmos com a força da sua poesia; qualquer coisa de erudito e moderno salta em seus versos; uma força que tem ecos na história dos Grandes; parabéns, Antônio.

    ResponderExcluir
  5. Como frequentador das Terças Poéticas,uma coisa tem que ser creditada ao W. Silva, a importancia das Terças Poéticas para BH. lUcas

    ResponderExcluir
  6. Wilmar Silva...o que sentir com esses poemas cheios de natureza...

    ResponderExcluir
  7. Olá frei,
    Parabéns pela última postagem no blog.
    Ficou extremamente fascinante. Depois fui pesquisar sobre Wilmar Silva, de fato não tem como não gostar dele, pois é um grande performance e poeta.
    Grande abraço e continue sempre partilhando seu vasto conhecimento conosco, seus acompanhantes de blog. TOLEDO

    ResponderExcluir
  8. Fui ler uns poemas do Wilmar e como gostei, gostei muito. Um poeta raro, meus muitos parabéns... André de Castro Oliveira

    ResponderExcluir
  9. Wilmar Silva é um tipo de poeta sofisticado para o seu tempo; diria até que ele é erudito; vejam os poemas dele....

    ResponderExcluir
  10. Tem pessoas que buscam em grandes coisas, mas no caminhar aprendi com a poesias que não precisamos de grandes coisas, mas, sim, das pequininas coisas. Uma coisas que nossos pais cultivaram na nossa tenra idade é procura poesia no cantar dos pássaros, no cantar até mesmo das cigarras que é um barulho instrindente, porém tem a sua poesia.E uma coisa que percebo na arte de Wilmar que valoriza uma coisa que para muitos talvez seja um escandalo, mas que deveria ser um valorização para todos é proprio corpo.Ou seja, a valoraziação por aquilo que nos une ao desconhecido a humanidade de Deus, no qual muitos filosofos o refere como o Absouluto. Pois é, assim continuemos fazendo poesia não somente de letras mas, também expressemos a poesia no ambinte sagrado do corpo. Salve, sale a beleza do ser humano que talvez totaliza no corpo.
    Meu abraço ao meu amigo frei Fabiano pelo qual tenho meu sincero estimo e carinho. Obrigado frei por nos prestigiar com o seu conhecimento.
    Fellipe da Silva Toledo.

    ResponderExcluir
  11. Wilmar Silva é um acontecimento raro, sim. Graças a suas publicações, Antonio, muitos outros - como eu - estão conhecendo-o e isso é legal.

    ResponderExcluir
  12. A minha contribuição é modesta, mas se serviu para que você e outros chegassem a ele, fico muito feliz. Há poesia, e diga-se boa poesia, para além do cânon de nossas ortodoxias. Estava a rever ontem o trabalho do Wilmar, a contraantologia (DVD/livro) intitulada PORTUGUESIA, com artistas de vários países de língua portuguesa... É um trabalho muito bonito e eu acho que mais pessoas deveriam ter acesso a esse material. São novos horizontes e Minas povo entre povos.

    ResponderExcluir
  13. No entanto... corre uma lenda que ele escreve em transe. Já ouvi coisas dele meio complicada de acreditar. Que ele tem uns poemas fora do normal ah isso ele tem, será que é psicografia?! rsrs

    ResponderExcluir
  14. Em transe? Psicografia? É incrível como sempre há pessoas dispostas a falar bobagens... Nesse caso não estaríamos diante de um verdadeiro artista, mas de um "vidente", e nenhum mérito lhe poderia ser imputado. Quanto à estranheza, isso já é coisa da maneira como ele se relaciona com o exercício da palavra, é acolha e performance, exotismo consciente. Mas não confundamos as coisas, nem baixemos o nível, por favor...

    ResponderExcluir
  15. Nao ia falar...mas quem leu o tal "Estilhaços no lago de púrpura" so pra ficar nesse livro nao da nem pra acreditar que foi escrito numa noite; ele não é muito normal. Não posso nem falar o que sei de ouvi dizer..

    ResponderExcluir
  16. E tem mais ele so sabe falar sobre poesia, poesia....é um obsessivo, fundamentalista...

    ResponderExcluir
  17. Meu caro, se o poeta não é um vidente é falsa a afirmação de Rimbaud, como é falsa sua vida e obra, seria falsa também Artaud, seria falso o surrealismo, seria falso até que o poeta está em dialogo com o Espírito seja este um dos atributos de Spinoza ou uma crença do artista. Seria falso a existência dos profetas que eram os poetas primevos, seria falso os xamãs, poetas também, e você, meu caro, seria um republicano platonista. Bem, posso dizer que a lenda pouco importa - embora contribua mais em vida atribuindo vida e alma ao poeta comentado- , e Wilmar Siva é dos poetas cuja voz não é videncia cristã ou espírita, estou aqui a falar de um xamã, um homem dotado do espirito da natureza, que escuta a sua voz erótica e transmite o sexo da natureza no sexo da poesia.

    ResponderExcluir
  18. Desculpe-me, Anderson. Eu não me referi à palavra "vidente" nesses sentidos que você diz. Mas no sentido de uma religião específica. Eu só quis dizer que querer atribuir funções mediúnicas a um artista que nem se diz espírita, por exemplo, não é legal. Supor isso seria nivelar o Wilmar no mesmo nível dos que psicografam livros de mortos e que ninguém sério vai dizer que isso é literatura de um famoso autor tal pos túmulo. Concordo com você no mais.

    ResponderExcluir
  19. Quanto ao livro ser escrito numa noite, não quer dizer muita coisa. É coisa dele. Há grandes poetas que levam décadas para publicar um livro. Outros fazem o que ele faz numa noite, e não quer dizer que seja bom. Há escritores medíocres, e este não é o caso do Wilmar Silva, que também escrevem aos montes numa noite. É relativo. Ninguém sério sai publicando tudo que escreve, para isso exige-se responsabilidade. As melhores obras do mundo, normalmente, não são escritas assim. E que mérito há em escrever tudo numa noite? Fetiche? Não é isso que faz um livro ser bom, como são bons os livros do Wilmar. Espero que ele não considere isso importante, porque aí eu me decepcionaria com ele.

    ResponderExcluir
  20. POdem pensar como quiserem, eu o admiro, e muito. Acho a sua poesia maravilhosa, e ja tive a chance de falar com ele algumas vezes, sempre me tratou bem, embora com ares de quem esta fora do mundo real.

    ResponderExcluir
  21. meu caro anonimo talvez voce só queira mesmo ser motivo de atençaõ quando diz que wilmar é fundamentalista,que escreve em transe ou ate mesmo que tem coisas que nem pode dizer.Primeiro ele nao é fundamentalista e nem obsessivo pois o conheço e ele nao fala só de poesia,muito pelo contrario meu caro ,ele é um sujeito que conversa sobre os mais diversos assuntos.Segindo, wilmar não escreve em transe.e por ultimo talvez devesse dizer as coisas que sabe,assim fica mais claro.
    saudaçoes
    paulo
    alegria e ousadia sempre

    ResponderExcluir
  22. Gente, porque não leem a poesia dele apenas, lendo para ler, para gostar, e nao deixam de falacias.

    ResponderExcluir
  23. Sabe-se que um poeta é muito difícil de se fazer; e quem leu um livro, basta um livro, dele, sabe que ele escreveu com a seriedade dos grandes cultores da poesia. Os poetas como Wilmar Silva nasceram com a missão de fazer poesia.Dou a ele os meus mais fortes parabéns; felicidades e muita harmonia.

    ResponderExcluir
  24. Mais uma coisinha; para ler o Wilmar S. tem que estar com a alma aberta, sem preconceitos...

    ResponderExcluir
  25. Quem ja leu o livro dele Cachaprego; poesia nata; ousadia e simplicidade

    ResponderExcluir
  26. Eu gosto mais do livro Yguarani.

    ResponderExcluir
  27. Alguém escuta o programa dele, TROPOFONIA, às segundas-feiras?

    ResponderExcluir
  28. Vejam ele na ufmg, uma exposição lindíssima. Anu é um marco na poesia brasileira.

    ResponderExcluir
  29. Em ambos os "arranjos" imagens fortes e riqueza plurissignificativa. Em ambos a mestria da língua, a desenvoltura rítmica e o rasto de um iluminador, um poeta que celebra a terra e a sua cromática energia feita verbo, feita Poesia autêntica.

    Marília Miranda Lopes

    ResponderExcluir
  30. Quem tem medo de Wilmar Silva?

    ResponderExcluir
  31. Wilmar Silva é completo, é eterno, é infinito!
    Um artista perfeito! Siga em frente meu caro voce encontrou o caminho! E quem o conhece sabe que a arte é seu sangue!
    ADDS

    ResponderExcluir
  32. Posso me enganar, mas Wilmar Silva é daqueles poetas que tem o dom da escrita, coisa rara, uma poesia sem igual, que a história vai contar...

    ResponderExcluir
  33. Incrivel um autor tão original; sendo muito jovem ainda. Já o li na internet, gostei tanto que queria ter um livro, mas não encontrei. Uma pena. Andréia do Carmo Oliveira.

    ResponderExcluir
  34. Olá, Andréia! Manda para o meu e-mail o seu endereço, e eu enviarei pelos Correios um livro dele para você. Abraço!

    ResponderExcluir
  35. Sr. Fabiano, tem notícias do poeta Wilmar Silva?

    ResponderExcluir